quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Comer, Comer Para Poder Crescer!


Panquecas da vovó...


Waffon da mamãe...


"-Vovó, você tá chegando?"
Ouço-o gritar para a mãe com grande entusiasmo: "Ela tá vindo, vovó tá vindo..."



 "-Eu to muito triste, muito mesmo que a vovó foi embora... eu não queria que ela fosse embora, quando será que ela vai trazer meu pica pau"?




Deus ouve mesmo a nossa prece quando ela sai do fundo do nosso coração... deu-me meu netinho amado para dizer-me: - Vovó, você tá vindo?



-Vovó, vamos brincar de escolinha?



- Tem que tirar o foto primeiro, , vovó?






Troc... troc... troc... troc...


Ligeirinhos, ligeirinhos,
Troc... troc... troc... troc...
Vão cantando os tamanquinhos...



Madrugada Troc... troc...


Pelas portas dos vizinhos
Vão batendo, troc... troc...
Vão cantando os tamanquinhos...



Chove, Troc... troc... troc...


No silêncio dos caminhos
Alagados, troc... troc...
Vão cantando os tamanquinhos...



E até mesmo, troc... troc...


Os que têm sedas e arminhos,
Venham, troc... troc... troc...
Com seu par de tamanquinhos...
(Cecília Meireles)


Um comentário:

  1. Que ternura este amor recíproco amiga Roselia.
    Seus netos são um encanto e o poema que escolheu está perfeito.

    Beijinhos para todos

    ResponderExcluir