segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Sorrisinhos, Matam-me de Amor


Se tivesse o poder...


De fazer vocês sempre sorrir...


Nunca chorar...


Do que dependesse de mim...


Faria de tudo...


Para vê-los felizes...


O sorrisinho nunca se estinguiria...


Da boquinha linda de cada um de vocês...


Quando não tivesse motivos...


Faria muitas cócegas...


Daria chocolates...


Levaria na pracinha...


Faria mil travessuras...


Estrepolias sem fim...


Daria tudo que gostam...


Brincaria o tempo todo...



Tiraria mil fotos e diria X...




Levaria para brincar na areia da pracinha...


Seguraria firme do outro lado da gangorra...


Deixaria espalharem todos os brinquedos...


Depois, cataria tudinho mesmo alquebrada...


Os abraçaria com ternura de vó...



Mesmo cansada, os levaria para brincarem ao ar livre...


Estaria muito mais pertinho...


Taparia os ouvidos para toda zoeira que me perturba...


Balançaria com força pra vê-los sorrirem se esbaldando...


Cuidaria do  bichinho de vocês para estivesse sempre bem...



Como não posso estar pertinho sempre...



Presentinhos da vó são vocês...

Nenhum comentário:

Postar um comentário