quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

5 Aninhos do Netinho do Caçula

  

Apenas brincando              



Quando estou construindo com blocos no quarto de brinquedos,

Por favor, não diga que estou apenas brincando,
Porque enquanto brinco, estou aprendendo sobre equilíbrio e formas.
Quando estou me fantasiando, arrumando a mesa e cuidando das bonecas. Por favor, não me deixe ouvir você dizer ela está apenas brincando. Porque enquanto eu brinco, eu aprendo.
Eu posso ser mãe ou pai algum dia. Quando estou pintando até os cotovelos,ou de pé diante do cavalete, ou modelando argila,
Por favor, não diga que estou apenas brincando. Porque enquanto eu brinco, eu aprendo. Estou expressando e criando. Eu posso ser artista ou inventor algum dia. Quando estou entretido com um quebra-cabeça ou com algum brinquedo na escola, por favor, não sinta que é um tempo perdido com brincadeiras. Porque enquanto brinco, estou aprendendo. Estou aprendendo a me concentrar e resolver problemas. Eu posso estar numa empresa algum dia. Quando você me vê aprendendo, cozinhando ou experimentando alimentos.
Por favor, não pense que porque me divirto, é apenas uma brincadeira.
Eu estou aprendendo a seguir instruções e perceber as diferenças.Eu posso ser um chefe algum dia. Quando você me vê aprendendo a  pular, saltar, correr e movimentar meu corpo, por favor, não diga que estou apenas brincando. Eu estou aprendendo como meu corpo     
 funciona. Eu posso ser um médico, enfermeiro ou um atleta algum 
 dia. Quando você me pergunta o que fiz na escola hoje.



 E eu  digo:  eu brinquei.  Por favor, não me entenda mal.
 Por que enquanto eu brinco, estou aprendendo.
 Estou aprendendo a ter prazer e ser bem sucedido no trabalho.
 Eu estou me preparando para o amanhã.
 Hoje, eu sou uma criança e meu trabalho é brincar.
( Anita wadley  )




O blog foi transformado em livro e assim, louvo a Deus por ter-me permitido anotar tantas pérolas dos netinhos até aqui...


A mãe amorosa não vive para si, mas para seus filhos. Ela suporta as doenças dos enfermos com amor; limpa os que estão sujos, lava-os docemente, calmamente; veste-os com roupas limpas e novas; calça-os, aquece-os; alimenta-os e procura rodeá-los de tal modo a fim de jamais ouvir deles a menor queixa. Tais filhos são apegados à sua mãe.

(Instruções Espirituais- Serafim de Sarov)


Perguntaram a uma menina de nove anos o que ela gostaria de ser quando crescesse. Ela respondeu:

— Eu gostaria de ser avó! Ao ser interrogada sobre o porquê dessa idéia, ela completou:

— Porque os avós escutam, compreendem. E, além do mais, a família se reúne inteirinha na casa deles.

E a menina continuou:

— Uma avó é uma mulher velhinha que não tem filhos. Ela gosta dos filhos dos outros. Um avô leva os meninos para passear e conversa com eles sobre pescaria e outros assuntos parecidos. Os avós não fazem nada e por isso podem ficar mais tempo com a gente. Como eles são velhinhos, não conseguem rolar pelo chão ou correr. Mas não faz mal. Levam a gente ao shopping e nos deixam olhar as vitrines até cansar. Na casa deles tem sempre um vidro com balas e uma lata cheia de suspiros. Eles contam histórias de nosso pai ou nossa mãe, de quando eram pequenos, histórias da Bíblia, histórias de uns livros bem velhos com umas figuras lindas. Passeiam conosco, mostrando as flores, ensinando seus nomes, fazendo-nos sentir seu perfume.

— Avós nunca dizem "depressa, já pra cama!" ou "se não fizer logo, vai ficar de castigo!" Quase todos usam óculos e eu já vi uns tirando os dentes e as gengivas. Quando a gente faz uma pergunta, os avós não dizem: "menino, não vê que estou ocupado?" Eles param, pensam e respondem de um jeito que a gente entende. Os avós sabem um bocado de coisas. Eles não falam com a gente como se nós fôssemos bobos. Nem se referem a nós com expressões tipo "que gracinha!", como fazem algumas visitas.

— O colo dos avós é quente e fofinho, bom de a gente sentar quando está triste. Todo mundo deveria tentar ter um avô ou uma avó, porque são os únicos adultos que têm tempo para nós.


https://www.widbook.com/ebook/era-uma-vez3